12ª Conferencia Latino-americana de Software Livre
Data e Local do Evento
14 a 16 de outubro de 2015 - Parque Tecnológico Itaipu - Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil

Robótica Livre como forma de atrair mulheres para a tecnologia é discutida na 12ª Latinoware

  • latinoware_team

IMG_8104
A professora Christiane Borges Santos, do Instituto Federal de Goiás (IFG), apresentou nesta quarta-feira (14), como parte da programação da Latinoware 2015, a palestra “Metabotix: Metareciclagem e Robótica Livre para Atrair Meninas para a Tecnologia”. O objetivo é incentivar a participação das mulheres nas áreas da Tecnologia da Informação.

De acordo com estudos do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o número de mulheres que ingressam no ensino superior supera o de homens. Porém, a forte presença feminina está atrelada aos cursos de humanas. A última pesquisa do instituto (2011) indicou que 64% dos bolsistas do CNPq na área de ciências exatas e da terra eram homens; em engenharia e computação, 66%.

Segundo Christiane Santos, é necessário incentivar estudantes do sexo feminino desde cedo a ingressarem nas carreiras de ciências exatas, engenharias e computação, para combater a evasão que ocorre principalmente nos primeiros anos destes cursos. “Com o uso da Robótica Livre, é possível despertar o interesse vocacional para a pesquisa cientifica e tecnológica, buscando a ampliação no número de estudantes nessas áreas”, ressaltou.
Integrante do comitê gestor do grupo Mulheres na Tecnologia (/MNT), Christiane Santos lidera ainda o Laboratório de Robótica Educacional, Metareciclagem, Software Livre e Cultura Livre do Instituto Federal de Goiás – Campus Luziânia. Criado em Dezembro de 2013, o Laboratório tem como o foco motivar meninas do ensino médio a seguirem carreira nas áreas que envolvam o desenvolvimento de tecnologias computacionais, desmistificando o papel da mulher na área de TI. Atualmente, o projeto conta com a participação de 15 alunas.

Robótica com hardware livre

No Espaço Venezuela, as discussões concentraram-se em “como o hardware livre tem importância no papel social e de acesso à tecnologia para as pessoas que estão ingressando no universo da robótica”. O instrutor de robótica educacional na Escola da Ciência Física (PMV/SEME), Tiago Ribeiro Santos, mostrou aos participantes um pouco sobre o conceito D.I.Y. (do inglês Do It Yourself, ou “faça você mesmo”).

“Através dos microcontroladores, todos têm a oportunidade de criar seu próprio robô e ajudar a expandir a comunidade de hardware livre com software totalmente livre”, explicou Tiago. Ainda segundo ele, a Robótica Livre é essencial na disseminação do processo de metareciclagem.

Metareciclagem

A metareciclagem é uma rede organizada, a partir de filosofia com mesmo nome, que atua no desenvolvimento de ações de apropriação e desconstrução de tecnologia, de maneira descentralizada e aberta, propondo uma transformação social. A ideia é que objetos tecnológicos, novos ou velhos, sejam reestruturados e a tecnologia, compartilhada, permitindo que qualquer pessoa possa replicar as ações.

Assim, componentes eletrônicos que seriam descartados ganham novas utilidades, podendo ser usados para montar laboratórios de informática, onde são instalados programas de computador com licença livre, buscando incentivar a sociedade a aproveitar melhor a tecnologia.

A programação da Latinoware segue até sexta-feira (16), com mais de 250 atividades – entre palestras, minicursos, oficinas e mesas redondas.

 

 

Os comentários estão desativados.

Apoio

logo_ifpr_foz2Protejaseusfilhosnic.cgiCoaltiudcanglojornallogo UTFPRlogo001